Urina, Amostra Isolada, Sexo Feminino

Identificar o frasco de coleta (fornecido pelo laboratório), colocando o nome da paciente, a data e o horário de coleta.

Lavar as mãos com água e sabão.

Fazer higiene da região genital com água e sabão, sempre no sentido de frente para trás. É importante que todo resíduo de pomadas, pós e cremes vaginais eventualmente utilizados seja totalmente removido.

Enxugar toda a região genital com gaze (se fornecida pelo laboratório) ou toalha sempre no sentido de frente para trás.

Separar os grandes lábios, limpar o meato urinário e a região ao redor da uretra.

Com uma das mãos, manter os grandes lábios separados.

Com a outra mão, segurar o frasco de coleta já destampado.

Iniciar a micção, desprezando o primeiro jato de urina no vaso sanitário.

Coletar urina do jato médio até, mais ou menos, um terço ou metade da capacidade do frasco.

Desprezar o restante de urina no vaso sanitário.

Fechar o frasco de coleta.

Encaminhar o frasco para o laboratório no prazo máximo de 2 horas, mantendo-o em local fresco e ao abrigo da luz.

Na medida do possível, deve-se evitar a coleta de urina durante o período menstrual. Se não for possível o adiamento da coleta, avaliar a conveniência da utilização de um tampão vaginal.

Fonte: Recomendações da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial (SBPC/ML): realização de exames em urina. — Barueri, SP: Manole, 2017.